Sobre o Câncer de Ovário

Em todo o mundo, principalmente pela falta de conhecimento sobre os sintomas, 60% dos casos são descoberto tardiamente quando o seu tratamento é mais difícil e requer maiores cuidados.

Atualmente, apenas 43% das mulheres sobrevivem por mais de cinco anos após o diagnóstico da doença – como comparação, esse índice sobe para 89% nos casos de câncer de mama – e infelizmente não há nenhum teste simples ou de rotina para descobrir o câncer de ovário com precisão.

Porém se diagnosticada no início, a taxa de sobrevivência é de aproximadamente 93%.

Útero

Ovário

Tuba Uterina (Trompa)

Tuba Uterina (Trompa)

Lábios Menores

Canal da Vagina

Colo do útero

Túmor de Ovário

O Ovário

Câncer de Ovário é o quinto mais comum entre as mulheres.

Os ovários são duas glândulas responsáveis pela produção dos hormônios sexuais femininos, progesterona e estrogênio. Eles têm, também, a função de produzir e armazenar os óvulos, que são liberados, a cada mês e recolhidos pelas tubas uterinas, enquanto durar a vida reprodutiva da mulher.

Essas duas glândulas precisam de atenção, pois doenças como o câncer de ovário, câncer ginecológico mais difícil de ser diagnosticado e o mais letal, é o quinto mais comum entre as mulheres.

Fatos importantes sobre o Câncer de Ovário

O Câncer de Ovário é o sétimo câncer feminino mais comum em todo o mundo, sendo o câncer ginecológico mais grave.

– Todas as mulheres estão em risco de ter câncer de ovário mas a maioria dos casos é detectada em mulheres acima dos 40 anos de idade.

– O conhecimento sobre os primeiros sinais da doença pode salvar vidas e o diagnóstico na fase inicial aumenta em muito a possibilidade de sobrevivência da mulher.

– O Câncer de Ovário é muitas vezes diagnosticado em fase avançada.

– O Papanicolaou não é o exame que detecta o câncer de ovário.