Tratamentos

Após o diagnóstico, o médico discutirá com a paciente as opções de tratamento.
Dependendo do estágio da doença e alguns outros fatores, as principais opções de tratamento para pacientes com câncer de ovário podem incluir a cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia alvo.

Em muitos casos, mais do que um desses tratamentos ou uma combinação deles podem ser utilizados.

Escolhendo o Tratamento

Alguns fatores podem ser decisivos na escolha do tipo de tratamento, como estado geral de saúde, se a paciente planeja ter filhos, além de outras considerações pessoais.

Em função das opções de tratamento definidas para cada paciente, a equipe médica deverá ser formada por especialistas, como cirurgião, oncologista e radioterapeuta.
Mas, muitos outros poderão estar envolvidos durante o tratamento, como, ginecologistas, enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais e psicólogos.

É importante que todas as opções de tratamento sejam discutidas com o médico, bem como seus possíveis efeitos colaterais, para ajudar a tomar a decisão que melhor se adapte às necessidades de cada paciente.

A principal arma no tratamento do câncer de ovário é a cirurgia.

Quando o tumor está localizado apenas no ovário, é possível realizar a cirurgia através de laparoscopia, por meio do emprego de um sistema de câmeras introduzido por uma pequena sonda pela cicatriz umbilical, além de dois a três pequenos cortes acima das virilhas.

Se a cirurgia puder ser realizada por essa técnica, a recuperação costuma ser mais rápida: um a dois dias de internação e cerca de três semanas para retorno às atividades habituais.

Nos casos mais avançados, nos quais há comprometimento de outras estruturas abdominais, haverá necessidade de incisão cirúrgica tradicional na região mediana do abdômen. Além da retirada dos ovários, das tubas e do útero, será necessário retirar os linfonodos, parte do peritônio e, às vezes, fragmentos de intestino.

Os tumores mais comumentes tratados são:

– Cistadenocarcinoma seroso-papilífero

– Carcinoma endometrioide

– Carcinoma mucinoso

– Carcinoma de células claras.